• TechDrop
  • Posts
  • 💧 Quão seguro é a nuvem do Google?

💧 Quão seguro é a nuvem do Google?

+ Sam Altman e sua startup de energia nuclear

Bom dia Droppers.

Hoje eu aprendi: que em 2015, a Microsoft ofereceu à Apple uma participação de 90% nos lucros para usar o Bing no Safari. A Apple disse não. A Microsoft então ofereceu 100% e a Apple disse não. O Google calculou que a Microsoft precisaria oferecer uma participação nos lucros de 122% para igualar os pagamentos de 37,5% do Google.

No drop de hoje, em 5 min e direto ao ponto:

  • Já parou para pensar o quão seguro é a nuvem do Google?

  • Rest-in-Peace: O Homem que Decifrou o Mercado

  • ₿CriptoDrop #10: Ativos viram tokens; tokens, investimento!

  • É Pau Sam para toda obra startup: energia nuclear.

Techdrop é a newsletter de tecnologia e negócios com notícias e análises inteligentes - sem ser chatas - direto ao ponto e direto no seu inbox.

Quão seguro é a nuvem do Google?

google cloud, nuvem, unisuper, backup

Imagina acordar um belo dia e perceber que ~U$125 bilhões da aposentadoria de ~600k Australianos armazenados na nuvem desapareceram. Isso aconteceu, na semana passada, e o culpado foi ninguém menos que: Google! que deletou sem querer a conta cloud da UniSuper.

Como consequência: usuários ficaram sem acesso ao app e agoniados ao ver suas reservas financeiras da vida evaporarem - durante uma semana… Mas claro que, como qualquer empresa com bilhões sob gestão, a UniSuper tinha um backup. Que não serviu de nada, pois o backup também foi deletado junto com a conta.

A UniSuper e seus clientes só conseguiram restaurar seus dados pois existia um terceiro backup, com outro provedor (não o Google).

O CEO do Google Cloud, Thomas Kurian, decidiu não culpar o estagiário e reconheceu o erro, dizendo que a conta cloud foi deletada devido a uma sequência de eventos isolados e sem precedentes - e que medidas já foram tomadas para que isto nunca mais se repita.

Zoom Out: o Google Cloud, a Microsoft Azure e a Amazon AWS controlam, juntas, 64% de todos os dados na nuvem. De contas bancárias à sistema de defesa nacionais, tudo armazenado na cloud das gigantes. No improvável cenário das três perderem os dados de todos clientes, o evento seria o Armagedom da internet.

O que rolou mundo afora

  • OpenAi: vai apresentar ao vivo as novidades do ChatGPT-4 hoje às 14h. A expectativa é de um assistente pessoal de vídeo, texto e áudio, e um buscador.

  • Tesla: lembra do machado de aço que falamos na última sexta? Então, já venderam todas as 800 unidades disponíveis e lucraram $459k.

  • Apple: está prestes a fechar um acordo com a OpenAi para usar o ChatGPT no iPhone.

RIP: O homem que decifrou o mercado

jim simons, medallion, renaissance, hedge fund

Jim Simons faleceu na última sexta-feira aos 86 anos. Caso você não conheça o matemático-investidor-filantropo que criou o investimento quantitativo e o Hedge Fund mais bem sucedido da história, com um retorno médio de ~66% ao ano ~durante +30 anos~ já passou da hora. Vem que a gente te conta: 

  • Os retornos? Meros 100 reais investidos no fundo Medallion em 1988, quando ele foi criado, valeriam 42 milhões de reais hoje - muito mais que os ~2k reais de retorno do mesmo período investidos na S&P 500. Os retornos eram tão acima da média que o fundo cobra 44% de taxa de performance e 5% de taxa administrativa.

  • Mas como? Jim é o precursor dos investimentos quânticos, que usam supercomputadores, cálculos matemáticos e modelos preditivos para decidir investimentos. São milhões de linhas de códigos guardadas a 7 chaves que ninguém conseguiu desvendar a estratégia por trás.

  • Quem investiu? O Medallion Fund cresceu tanto que seus investimentos começaram a movimentar o mercado. Logo, decidiu não abrir para novos investidores desde 1993 e funciona praticamente exclusivo para os próprios funcionários da Renaissance, empresa-mãe também criada por Jim.

Como ele mesmo disse: "Fiz muitas contas. Ganhei muito dinheiro e dei quase tudo. Essa é a história da minha vida." Descanse em paz, Jim!

Ps: em homenagem a Jim Simons, iremos sortear o livro “O Homem que Decifrou o Mercado” de Gregory Zuckerman. Para concorrer, basta assinar o MoneyDrop com este link que saberemos.

The Cash Flow King in-the-Drop House! Dia 21/05, vamos receber Jason Fried do Basecamp para um Ask Me Anything. Evento limitado a 20 participantes. Inscreva-se →

Ativos viram tokens. Tokens viram investimento.

Se você achou que o universo cripto é só sobre Bitcoin - achou errado! Na missão de aumentar a acessibilidade, confiabilidade e rentabilidade, o Mercado Bitcoin criou mais um caso de uso para blockchain: a Renda Fixa Digital.

”Me explica como se eu tivesse 5 anos?": É uma representação digital de ativos reais. Com registros na tecnologia blockchain, ativos viram tokens, e tokens viram investimento. E para quem gosta do setor de energia, o MB acaba de lançar o Safira EN07 (RFDEN07).

”Me explica como se eu tivesse 50 anos?" O Safira EN07 tem ganhos estimados em IPCA+8% ao ano, prazo de 24 meses, pagamentos semestrais e… você pode começar com R$100!

“Me explica como se eu tivesse 500 anos?” Um tipo de investimento que te protege da inflação, te dá exposição ao mercado de ativos digitais, te livra dos impostos de renda e com empresas confiáveis envolvidas.

Dentro das normas da CVM, a Renda Fixa Digital tem a segurança da rede blockchain e o retorno previsível acima dos tradicionais:

*Não é recomendação de investimento. Não invista antes de conferir as informações essenciais da oferta.

O que mais tá rolando em cripto:

  • A adoção dos ETFs de Bitcoin continua a crescer. Dessa vez, os críticos do JP Morgan confirmaram ter seu pedacinho.

  • Lançado o mais recente ranking da Exchange Benchmark, que avalia a atuação das corretoras globalmente. O MB fez sua estréia assumindo o 1º lugar no Brasil.

  • Projeto de brazucas ganha $50mil em hackathon global da blockchain Solana.

O que rolou Brasil adentro

  • DeÔnibus, a startup de venda de passagens de ônibus, é adquirida pela israelense Travelier por valor não revelado.

  • 3G, a gestora de Jorge Paulo Lemann e seus fiéis escudeiros, captou alguns bilhões enquanto se prepara para uma nova grande aquisição.

  • Re.green, a greentech restaurando florestas brasileiras, fecha um negócio de 3 milhões de créditos de carbono com a Microsoft.

  • GP Investimentos, a gestora de private equity brasileira, está patrocinando o IPO de um SPAC de U$250mi na Nasdaq.

É Pau Sam para toda obra Startup

sam altman, oklo, openai, energia nuclear

Quando não está ocupado revolucionando a internet como CEO da startup de $80bi chamada OpenAi e, nem buscando itens para sua coleção de motores a jato e espadas da Idade do Bronze, Sam Altman tem outros hobbies… investir em startups.

Uma delas é a Oklo, que através de um SPAC do próprio Sam, chamado AltC Acquisition, acaba de abrir capital na bolsa de Nova York e eleger o jovem Sam (39 anos) como Presidente.

A Oklo faz parte da onda de startups reinventando a indústria nuclear.

  • O jeito antigo: As grandes plantas nucleares convencionais, que são amplamente utilizadas hoje em dia, têm normalmente cerca de 1.000 megawatts de capacidade - o suficiente para centenas de milhares de lares.

  • O jeito novo: Os pequenos reatores nucleares desenvolvidos pela Oklo são mais baratos, produzem em média apenas 15 megawatts, e permitem outras aplicações dado sua fácil instalação e transporte.

Um navio-petroleiro trabalhando em áreas remotas, por exemplo, não consegue utilizar uma planta nuclear gigante no meio do oceano. Com a Oklo isso se torna possível.

Mas a real motivação de Sam é um petróleo diferente: dados e IA.

O aumento do uso de IA está gerando um boom no uso de data-centers. Por sua vez necessitam de vastas quantidades de energia. Logo, a energia produzida pela Oklo pode, um dia, resolver os problemas de escala da OpenAi - seu outro pet project. Smart Sam!

Contra dados não há argumentos

Stats do dia

Em 2022, mais de 1 em cada 3 jovens adultos nos EUA (definidos como aqueles com idades entre 18 e 24 anos) relataram não ter salário ou rendimento salarial, contra 1 em cada 5 jovens adultos em 1990.

A nova geração de trabalhadores está abandonando o mercado de trabalho antes mesmo de começar, ao mesmo tempo que enfrenta dificuldades de saúde mental.

Em 2022, a taxa de depressão entre os jovens adultos era 50% mais elevada do que entre os adultos mais velhos, o que aprofunda as disparidades económicas.

via St. Louis Fed

O que achou da edição de hoje?

Login or Subscribe to participate in polls.

Nossa missão é elevar o QI da internet. Nossas news filtram a internet para te entregar uma dieta saudável, rápida e inteligente de informações diretamente no seu inbox. Dê tchau as assinaturas pagas, banners indesejados, pop-ups intrometidos. Ah, e ainda é free e forever will be:

  • AiDrop: A corrida pela liderança da inteligência artificial, dicas de ferramentas e prompts, todas às quintas, às 13h.

  • MoneyDrop: sua dieta semanal do mercado financeiro para quem não tem CNPI e nem fala economês, mas também não quer ficar de fora.

Marcas - vamos trabalhar juntos? Fala com a gente.

Antes de ir embora.. tá curtindo o conteúdo e quer continuar recebendo? então arrasta esse e-mail para sua lista prioritária.

Join the conversation

or to participate.