• TechDrop
  • Posts
  • 💧 Meli voando. Apple em turbulência

💧 Meli voando. Apple em turbulência

+ casamento da Hubspot e Clearbit

Bom dia Droppers. Emenda de feriado para limpar 3762 e-mails mortos no seu inbox? Aproveita e arrasta esse e-mail para a caixa prioritária; em 5 min, você domina o cenário tech e se torna a pessoa mais interessante da sala - da daily ao happy hour.

Hoje eu aprendi: que durante a Segunda Guerra Mundial, a Coca-Cola despachou observadores técnicos, apelidados de Coronéis da Coca Cola, para as linhas de frente para estabelecer fábricas de engarrafamento para fornecer refrigerante aos soldados. Acabaram estabelecendo 64 linhas de engarrafamento durante a guerra..

Na edição de hoje:

  • HubSpot e Clearbit: juntam as escovas de dente

  • O que rolou mundo afora: Kasa Living, PayPal, Intuit, SpaceX, 23andMe, Disney

  • Mercado Livre está voando…

  • O que rolou Brasil adentro: LinkedIn, Mais Mu, SouthRock, Simplex

  • De CMS para DXP sem dar pane no sistema

Techdrop é a newsletter de tecnologia e negócios que te conta como as principais bigtechs ganham dinheiro e, também, o porquê elas casam.

HubSpot e Clearbit juntam as escovas

clearbit, hubspot, ai, data enrichment, aquisição

Esta semana a HubSpot assinou um acordo de compra da plataforma Clearbit. Sabe quem são eles?

Hubspot: fundada em 2006, começou como uma ferramenta de marketing (Inbound), expandiu suas garras para o departamento de vendas com um CRM próprio, para depois também entrar em customer service.

Clearbit: fundada em 2014, começou a coletar dados ricos e úteis de milhões de empresas na web, além da construção de softwares para mantê-los atualizados e traqueando sinais de compra ao redor da web.

Agora, por que estão se juntando? 

Imagine seu time de mkt/vendas abrindo o CRM e, sem preencher nenhum campo, ter informações de 20 milhões de empresas automaticamente disponíveis? Não somente os dados de emails, ligações, nome da empresa… mas agora também +100 atributos demográficos, tecnográficos e comportamentais. A sinergia é evidente.

Mas tem mais. Bora “hipotetizar”…

  1. IA: dados são a base para o desenvolvimento de qualquer LLM e com a aquisição, a Hubspot coloca a mão em um banco unificado e organizado para, além de disponibilizar como feature, utilizar pro treino dos algoritmos e desenvolvimento de novas automações.

  2. Competidores: o mercado de dados para M&V tem players como a ZoomInfo (que já fez IPO), o LinkedIn Sales Navigator (que pertence a Microsoft), Apollo.io, Seamless.ai, Lusha, Cognism. A compra, além de trazer os clientes e receita da Clearbit para dentro de casa, também abre uma nova avenida de concorrência em um mercado que, possivelmente verá mais M&As adiante.

  3. Bundling: em um mercado de alta, consumidores se dão o luxo de contratar vários fornecedores que resolvem problemas pontuais e específicos. Em um mercado de baixa, soluções all-in-one fazem os olhos dos diretores financeiros brilharem.

  4. Capital: acesso a VC está complicado. A média de crescimento anual das empresas SaaS saiu dos ~40% para <20%. O múltiplo de empresas de software pública caíram de ~20/30x para ~5/10x. A jornada ao IPO nunca foi tão difícil e o M&A nunca tão atraente.

Podemos pensar no universo de CRM em 3 principais categorias:

  • System of Records: HubSpot, Salesforce.

  • System of Intent/Insight: ZoomInfo, Clearbit, Apollo, Lusha…

  • System of Action: Gong, Clare, Outreach, SalesLoft, LeadIQ

A tendência é que todos se unam de baixo de um mesmo guarda-chuva. Não só nos EUA, mas também no Brasil: RD se juntando a TOTVS, Meetime de juntando a Sankhya, Exact Sales se juntando a RD, etc…

O que rolou mundo afora

  • Kasa Living: este competidor do Airbnb acaba de fechar uma rodada série C de U$70 milhões.

  • Intuit: está desligando o app de finanças pessoais Mint, adquirido em 2009 e migrando os ~3.6mi de usuários para seu outro app Karma.

  • PayPal: bateu as expectativas dos analistas para o trimestre, cresceu ~8% YoY e chegou a uma receita de $7.4bi.

  • SpaceX: fechou um contrato de $1.23bi com o governo dos EUA (SpaceForce) para o lançamento de 10 foguetes.

  • 23andMe: a healthtech dos testes de DNA, fechou um deal para vender dados genéticos para GSK por $20mi.

  • Disney: está em conversas para comprar a Hulu da Comcast em um deal $8.6bi por 33% da empresa.

Mercado Livre está voando.. Apple em turbulência

mercado livre, meli, apple, apresenstacao de resultados

via AppEconomy

A Amazon da América do Sul, não, pera. A Amazônia, não, pera. O Mercado Livre, maior ecommerce LATAM, apresentou seus resultados esta semana. Em meio a aplausos mostrou: crescimento rápido, ganho de escala, melhoria da margem e fortalecimento do modelo econômico, chegando em U$3.8 bilhões de receita e destruindo as expectativas dos analistas…

  • Receita: +69% (ano contra ano)

    • Mercado Livre: +47%

    • Mercado Envios: +37%

    • Mercado Pago: +42%

    • Mercado Crédito: +24%

  • Volume Total de Pagamentos (TPV): +121%

  • Volume Bruto de Mercadorias (GMV): +61%

  • Margem bruta: 53%

Já do lado da maçã: a Apple sofreu mais uma leve "mordida" na sua receita, marcando o quarto trimestre em queda e, o maior tempo consecutivo em "turbulência" desde 2001. Os $89.5bi de receita não foram suficientes para manter a otimismo e as ações caíram 3% após mercado fechado.

  • Receita: -1% (ano contra ano)

    • IPhone: +2%

    • IPad: -10%

    • Mac: -34%

    • Wearables: -3%

    • Serviços: +16%

  • Margem bruta: 45%

P.s.: no último earnings call, o Drop acertou na bucha o palpite sobre a queda em IPad e Macs. O que não esperávamos é o crescimento de dois dígitos na Índia - agora um mercado prioritário, segundo Tim Cook.

Quer ver o gráfico de como a Apple ganha dinheiro? A equipe do Drop deixou la no final da news, na seção “Contra dados não há argumentos”.

Qual a receita por dia do Airbnb?

Resposta ao final da news...

Login or Subscribe to participate in polls.

O que rolou Brasil adentro

  • LinkedIn: liberou o selo de verificação gratuito para os Brasileiros. Saiba como garantir o seu.

  • Mais Mu, a foodtech de suplementos e alimentos saudáveis, capta rodada com a BAT Brasil e atinge valuation de R$125mi.

  • SouthRock, a private equity controladora da Subway e Eataly no Brasil abre pedido de recuperação judicial.

  • Simplex, a startup simplificando o processo tributário brasileiro, capta U$1.5mi com a Darwin.

De CMS para DXP sem dar pane no sistema

Patrocinado por Acquia

Se você não usa mais Disquete para transferir arquivos, um celular StarTAC para se comunicar e nem o Orkut como rede social… por que raios o seu CMS ainda é do século passado?

Soluções legadas como Open Text, Sharepoint, IBM WebSphere, RedDot eram atuais e suficientes na época que o Brasil ainda ganhava copas do mundo (a última, foi em 2002). Hoje, tanto o futebol quanto o CMS é outro: é dinâmico, é multi-canal, é multi-touch e precisa estar constantemente evoluindo.

Fazer a migração de CMS legado pra plataformas modernas de digital experience (DXP) não precisa ser intimidador. Neste artigo, a Acquia te explica como migrar sem dar pane no sistema. Clique para melhorar a experiência do seu cliente. 

Contra dados não há argumentos

Stats do dia

Segundo a última apresentação de resultados do Airbnb ($ABNB), a empresa agora tem U$11 bilhões em caixa e U$6 bilhões em fundos de clientes sob custódia.

A receita POR DIA do Airbnb chegou a U$38 milhões

O que achou da edição de hoje?

Login or Subscribe to participate in polls.

Join the conversation

or to participate.