• TechDrop
  • Posts
  • 💧 IA.gora, quem poderá nos socorrer?

💧 IA.gora, quem poderá nos socorrer?

+ Varejo Brasileiro vs Ocidental + Nubank compra Hyperplane

Hey Droppers,

Hoje eu aprendi: que 43% da GenZ e 41% dos Millenials sentem dificuldades financeiras, quando na verdade, não as possuem. O sentimento tem até um termo: a dismorfia do dinheiro. O fenômeno é impactado principalmente pelas redes sociais e pode levar a más decisões financeiras.

No TechDrop de hoje, em 5 min e direto ao ponto:

  • IAgora, quem poderá nos socorrer? As consultorias.

  • O Nubank trouxe brazucas do Vale para acelerar adoção de IA.

  • POV: Diamantes da terra ou de laboratório?

  • Varejo: Se não pode vencê-los, junte-se a eles - ou não.

TechDrop é a newsletter de tecnologia e negócios com notícias e análises inteligentes, sem mimimi, sem custo e direto no seu inbox, de graça!

IAgora, quem poderá nos socorrer?

ia, kpmg, ibm, accenture, mckinsey, pwc, chatgpt

→ Durante a década de 90, quando as grandes empresas não sabiam nem se precisavam criar websites, recorreram as consultorias.
→ No início dos anos 2000, durante a revolução dos smartphones, quando ninguém sabia criar apps mobile, foram as consultorias que proveram socorro. → Recentemente, um tsunami chamado inteligência artificial pegou geral desprevenido e quem poderá os defender? Claro, as consultorias.

Dessa vez, as mudanças foram tão rápidas e urgentes que nem elas mesmas contavam com tanta astúcia:

  • IBM e seus +160k consultores, venderam +$1bi em projetos de IA;

  • Accenture, registrou +$300mi em vendas de projetos de IA;

  • McKinsey, prevê que 40% do seu faturamento anual será com IA;

  • KPMG, saiu de $0 e almeja 650mi em oportunidades de IA;

  • BCG, a gigante de $12bi vai fechar o ano com 20% da receita em IA; Espera-se 40% em até 2026;

  • PwC, se tornou a primeira revendedora externa do ChatGPT.

No final do dia, as aplicações são infinitas e as consultorias ajudam não apenas na identificação de oportunidades mas também na criação da solução:

Como por exemplo:
(1) um bot para atendimento aos consumidores da ING com o QuantumBlack da McKinsey.
(2) uma plataforma de IA, implementado para BCG, que pudesse criar peças publicitárias em diferentes idiomas e formatos automaticamente para Reckitt.
(3) os milhões investidos na criação de uma IA para assumir os pedidos de drive-thru do Méqui pela IBM (#fail)

No último caso, só tinha um problema: o bot não conseguia entender os sotaques e acabava colocando bacons em sorvetes.

POV DROP: Pular etapas de um sistema operado por humanos para um operado por agentes de IA rapidamente é tem lá seus riscos.

💧 Não tem milhões para contratar um exército de consultores, mas ainda sim quer aprender e estar por dentro do universo de IA?
Dá uma olhada no AiDrop - todas as quintas-feiras, for free, direto no seu inbox com indicações de ferramentas, casos de uso e dicas avançadas de prompt engineering.

DROPS Team

O que rolou mundo afora

  • Waymo: a startup dos carros autônomos do Google, criada há 15 anos, conquista licença para operar em sua segunda cidade, SanFran.

  • SpaceX: irá vender ações por $112 cada, o que avalia a empresa em $210bi, acima dos $180bi de valuation em dezembro.
    *Enquanto isso, a empresa pousava não 1, mas 2 foguetes simultâneamente.

  • OpenAI: já está faturando mais do licenciamento da API do ChatGPT do que a Microsoft fatura vendendo Azure (Cloud).

  • Coinbase: que foi declarada uma corretora ilegal pelo governo dos EUA, tem um novo cliente: o governo dos EUA 🤣

  • MrBeast: depois de lançar a própria marca de hambúrgueres e outra de guloseimas, agora entra no segmento de brinquedos para crianças. (#choraLucasNetto)

Nubank traz brazucas do vale para usar IA

nubank, hyperplane, aquisição

Há dois anos um ex-StartSe, um ex-Google, um ex-Linkedin e o primeiro brasileiro a se juntar na Thiel Fellowship (3 brasileiros e 1 indiano) se juntavam para fundar Hyperplane no Vale do Silício. Agora, a startup se junta ao maior neobank da América Latina, o Nubank, que quer acelerar sua estratégia de ecossistema bancário AI-first.

  • Hyperplane: A startup usa dados não estruturados (como comportamento de uso, sequência de cliques e textos) para criar algoritmos de IA capazes de ajudar tomada de decisão do banco e mais personalização ao cliente final.

  • Nubank: que recentemente comemorava a marca dos 100mi de clientes, irá utilizar o produto, inicialmente, no processo de underwriting de crédito - área responsável por 70% do lucro dos bancos - para melhorar a previsão de inadimplência.

Seis meses atrás enquanto a startup anunciava sua primeira rodada de investimentos de U$6mi, o neobanco roxinho registrava uma receita trimestral de U$2,7bi. Smart move!

Qual retorno anúncios Click-to-Whatsapp gerou para empresas anunciantes?

Segundo a Meta

Login or Subscribe to participate in polls.

POV: Diamantes da terra ou de laboratório?

diamantes, laboratorio, aneis de noivado, de beer

O que é mais romântico presentear um diamante formado nas entranhas do planeta terra ou um fabricado em laboratório?

  • A resposta depende mais da carteira de quem compra do que dos olhos de quem vê, já que a diferença entre eles é imperceptível a olho nú.

💎 Os diamantes tradicionais são formados nas profundezas da terra, com até 120km de profundidade, onde temperaturas chegam a 1300°C e a pressão extrema até 60 quilobares. O processo pode levar de 1-3 bilhões de anos e, ainda precisa de um empurrãozinho de erupções vulcânicas de magma derretido para chegarem a superfície.

🔬Os diamantes de laboratório são produzidos através de uma técnica chamada HPTP (Alta Pressão, Alta Temperatura) ou CVD (Deposição de vapor químico), reproduzindo artificialmente o comportamento do planeta, em um processo que leva cerca de 1 mês.

A diferença no visual é nula, mas no preço é gritante, com os produzidos em laboratório custando cerca de 1/5 do preço. O resultado? Este foi o primeiro ano da história que os diamantes de laboratório em anéis de noivado chegassem ao mesmo volume de vendas que os diamantes verdadeiros.

E agora a indústria de U$100bi/ano precisa se adaptar. Não apenas as que conquistam o bolso fundo de noivos apaixonados, mas também as mineradoras tradicionais (como a De Beers que busca um potencial comprador para seu conglomerado).

A joalheira Steven Singer já começou sua campanha para doar gratuitamente ~1k diamantes de laboratório para provar que 'não valem nada'.

Moral da história: ninguém está 100% salvo!

O que rolou Brasil adentro

  • Gênica, a startup criando soluções para o agronegócio usando biotecnologia, capta rodada série C de R$68mi liderada pela Mitsubishi.

  • AsQ, a healtech de gestão da saúde corporativa, anuncia o novo nome, Salvia e a aquisição da concorrente Saúde Work.

  • Americanas: tem dois de seus ex-diretores incluídos na lista de foragidos da Interpol por fraudes contábeis de R$25bi.

Se não pode vencê-los, junte-se a eles - ou não.

magazine luiza, aliexpress, amazon, china, varejo 

Os apps chineses de brusinhas baratas tem tirado o sono dos varejistas locais desde que aterrizaram nas app store do ocidente. Com ajuda - ou não - do governo, eles ganharam mercado, compraram influencia influencers e se fazem presentes em todos casamentos e formaturas atuais.

Chegou a hora dos varejistas do ocidente reagirem - mas, cada um do seu jeitinho:

  • A estratégia Magalu: abraçou o inimigo e fechou uma parceria com a Aliexpress. Os produtos listados no app da chinesa, em breve, poderão ser comprados diretamente no site/app da Magalu - já os produtos da Magalu também estarão listados no site/app do AliExpress.

  • A estratégia Amazon: fez o oposto e bateu de frente com os concorrentes chineses. Ao invés de fechar uma parceria com os distribuidores (Temu, Shein, Ali), a gigante americana vai permitir que os comerciantes chineses listem seus produtos diretamente no site/app da Amazon e se responsabilizará pela logística de distribuição.

A Magalu, que sozinha tem 116mi de acessos BR mensais, viu suas ações saltarem ~12% com a notícia. A Amazon, que controla 195mi de acessos BR mensais (mas foi ultrapassada pela Shopee), viu suas ações saltarem ~3,5%, fazendo com que a empresa cruzasse a linha dos U$2 trilhões de valor de mercado pela primeira vez na sua história.

#YourTime, MercadoLivre!

Contra dados não há argumentos

Os brasileiros acessaram os marketplaces do país 1.12 bilhões de vezes em Maio deste ano e a Shopee ultrapassou a Amazon assumindo a 3ª colocação. O ranking por acesso está assim:

Stats do dia

Apresentado por Zoho CRM

Segundo a Meta, anúncios Click-to-WhatsApp geraram na casa de 3-4x de retorno sobre os gastos com anúncios nesse formato. Tem como ser melhor? Tem.

O Statista mostra que as taxa de conversão em vendas no Whatsapp giram em torno de 45%-60% - um número bem alto se comparado ao disparo de e-mails (2-5%).

Se você utiliza Whatsapp como canal, mas sua taxas de conversão estão longe da média (aliás, você sabe sua taxa de conversão?), a resposta está em 3 letras: CRM.

E o CRM com integração nativa com o Zap e te ajuda a ter um crescimento constante tem nome. Clique e conheça o Zoho CRM →

O que achou da edição de hoje?

Login or Subscribe to participate in polls.

Nossa missão é elevar o QI da internet. Nossas news filtram a internet para te entregar uma dieta saudável, rápida e inteligente de informações diretamente no seu inbox. Dê tchau as assinaturas pagas, banners indesejados, pop-ups intrometidos. Ah, e ainda é free e forever will be:

  • AiDrop: A corrida pela liderança da inteligência artificial, dicas de ferramentas e prompts, todas às quintas, às 13h.

  • MoneyDrop: sua dieta semanal do mercado financeiro para quem não tem CNPI e nem fala economês, mas também não quer ficar de fora.

Marcas - quer atingir um público qualificado, com um conteúdo mais ainda? Fala com a gente.

Antes de ir embora.. tá curtindo o conteúdo e quer continuar recebendo? então arrasta esse e-mail para sua lista prioritária.

Join the conversation

or to participate.