• TechDrop
  • Posts
  • 💧 De WeWork para WeLive

💧 De WeWork para WeLive

+ DeSci

Bom dia Droppers.

Hoje eu aprendi: que a startup dos patinetes elétricos Bird, que se tornou a startup mais rápida de todos os tempos atingir o valuation de U$1bi, foi retirada da NYSE e agora vale U$7mi. Isso é menos de um terço dos U$22mi que seu fundador pagou por uma mansão em Miami em 2021.

Techdrop é a newsletter de tecnologia e negócios que te atualiza com notícias direto ao ponto, e ainda te dá sugestões de presentes tech de fim de ano.

De WeWork para WeLive

wework, welive, flow, adam neumann, a16z

Adam Neumann é um dos destaques no hall da fama dos CEOs-multi-milionários demitidos de empresas quase falidas. Mas não são centenas de capas de revistas ou até uma série de televisão que vai impedi-lo de continuar. Agora, o founder do WeWork está de volta com seu mais novo projeto WeLive Flow.

Com um cheque de U$350mi da a16z (o maior da história da firma de venture capital) e um valuation +U$1bi (dois anos após sua criação), o primeiro produto da Flow está prestes a ganhar vida e a B.I teve acesso:

  • Society Las Olas: um prédio residencial em Fort Lauderdale (FL) com 639 apês, restaurantes a beira da piscina, academia com aulas fitness e yoga, coworkings (claro), e um app que promete entender seus hobbies e interesses, além de conectá-lo outros residentes.

Este é apenas 1 dos 6 prédios que Neumann comprou por +$1bi da sua própria grana (do WeWork) em 2021 e - já que qualquer similaridade não é mera coincidência - a promessa é revolucionar o conceito de moradia ao adicionar componentes sociais, comunidades, tecnologia e… Venture Capital na criação/locação de prédios.

Ps: quem assistiu a série WeCrashed da AppleTV+ lembra que a ideia/pitch inicial de Neumann para o WeWork tinha muita, mas muita similaridade com o que, agora, ele chama de Flow.

O que rolou mundo afora

  • Pantone: já definiu qual será a cor do ano de 2024: 13-1023 Peach Fuzz. Para entrar na moda, a edição de hoje vem de Peach Fuzz!

  • Disney: vai receber uma ação coletiva de 9k mulheres por discriminação salarial - a maior da história da CA até então.

  • SmileDirectClub: a empresa DTC dos aparelhos dentários transparentes, está fechando as portas de uma vez por todas.

  • Alphabet: perdeu a luta antitruste com a Epic Games sobre as taxas da Google Play (a Apple, por outro lado, ganhou a mesma batalha).

  • Apple: no estilo mineirinho, quietinho,

Rebranding do Itaú deu o que falar

Apresentado por Faster

Contrariando a sabedoria popular, a marca mais valiosa da América Latina mostrou que em time que está ganhando se mexe sim. E para marcar seu próximo século, passou os últimos 2 anos trabalhando com um dos principais escritórios de design para se recriar…

A headline? “Feito para você” dá lugar para o “Feito de futuro”
A logo? o “Azul e Amarelo” dão lugar ao “Laranja banco inter”

Nada como um rebranding para despertar criar especialistas em design do dia para a noite. A semelhança com a logo de outro banco de varejo fez parte da bolha publicitária ter a certeza que fariam melhor no Canva, em 5 min.

O fato é que branding-rebranding, não é sobre a logo ou sua cor. E sim como a marca escala e se mantém consistente em todos os pontos de contato com consumidores - seja por meio da experiência, seja pelo próprio design.

Se você está se planejando para 2024, mas viu que (a) não tem o mesmo budget que o Itaú e b) design vai ser um gargalo no seu plano, o Drop tem uma dica: o design por assinatura da Faster. E não precisa só acreditar em nós (que, btw, somos clientes), descolamos um cupom de 10 créditos extras nos 3 primeiros meses para os droppers testarem. Confere ai →

GiftDrop: lista de presentes pro final do ano

Até R$100 pilas:

Até R$500 pilas:

Até R$5000 pilas:

O que rolou Brasil adentro

  • Uber Pet: isso mesmo. Uma nova modalidade de corrida que permite os pais de pet viajarem com seus ‘filhos’ de uber foi lançada.

  • SumUp: a fintech das maquininhas de cartão, levantou nova rodada de €285 mi em rodada liderada pela Sixth Street Growth.

  • SpeedNow: a edtech com uma plataforma de ensino a distância, capta R$250k pelo edital Paraná Anjo Inovador, do governo do estado.

  • Start Carreiras, a hrtech conectando universitários com seus próximos empregos, capta rodada seed de R$7mi.

  • Vammo, a startup de aluguel de motos elétricas, capta $30mi em rodada série A liderada pela Monashees.

DeSci: o surgimento da ciência decentralizada

blockchain, desci, cripto, ciencia, pesquisa científica

img via extrimian

Primeiro veio o blockchain, depois as shitcoins, depois os NFTs, depois DeFi, DAOs e agora, chegou quem ganha força é a DeSci: decentralized science, um movimento que visa reimaginar como a pesquisa científica é conduzida e divulgada usando, claro, a Web3 e seus atributos.

A ciência 1.0, como é feita hoje, enfrenta problemas como controle centralizado na mão de poucos, interesses privados, financiamento de difícil acesso, colaboração limitada, restrição de acesso a dados, além dos processos de publicação serem, no mínimo, obscuros.

Já no DeSci, tudo vira blockchain. Em outras palavras, colaboração global (via NFTs), financiamento acessível ao público (via tokens), acesso ilimitado a dados (blockchain), processos transparentes (smart contracts) e interesses compartilhados (DAOs)

Alguns exemplos entre os pioneiros do DeSci:

  • VitaDAO, uma startup de blockchain de propriedade comunitária dedicada a financiar e promover pesquisas científicas sobre longevidade.

  • Perlara, uma startup que pesquisa candidatos a medicamentos usando animais projetados com CRISPR, como leveduras, nematóides, moscas-das-frutas e peixes-zebra.

  • Ceramic, é uma rede pública e descentralizada para gerenciar informações mutáveis ​​na Internet aberta, sem bancos de dados ou servidores.

  • SpaceChain, é uma empresa de software blockchain que fabrica software de satélite open source que permite a integração de satélite com nodes de blockchain.

Uma das críticas mais comuns a Web3 é o fato das teorias terem poucas aplicabilidade e casos de uso reais. A DeSci ataca um problema global com potencial de impacto imensurável.

Contra dados não há argumentos

Stats do dia

Fundraise por DeSci startups:

VitaDAO: captaram $4.8mi no seu “IPO” e mais um round privado de $4.1mi com Pfizer, Balaji, entre outros..

Perlara: Já captaram no total +$10mi

Ceramic: captou +$30mi em uma rodada serie A

SpaceChain: captou $0.6mi na sua rodada pública

Molecule captou $13min.

Compartilhe o TechDrop e ganhe prêmios

Quanto mais compartilha, mais inteligentes ficam seus amigos e mais presentes você ganha.

Você está com 0 indicações. Faltam 10 para ganhar a cAIxa de IA

O que achou da edição de hoje?

Login or Subscribe to participate in polls.

Join the conversation

or to participate.